Riqueza de Verdade

Se engana quem diz que ‘o que se tem é o que te faz feliz’.
Bom mesmo, nessa vida, é ser dono próprio nariz

O dinheiro é doce, mas melhor te avisar:
Quando a mosca cai no mel não consegue mais voar

Nada é de fato meu
Nem esse corpo que o mundo me deu
Melhor é nem me preocupar
Eu sei que eu vou conseguir se eu precisar

A Terra é da Terra e o seu fruto ela nos dá
Não existe ‘minha terra’
Nem mesmo se eu cercar

Porque riqueza de verdade acontece quando alguém
Não deseja nada mais do que aquilo que já tem

Nada é de fato seu
Nem esse corpo que o mundo te deu
Melhor é nem se apegar
Você tá só de passagem aqui
Nesse lugar

(Voz de Ailton Krenak)

“O modo de acessar o território: coletivo;
A governança desse território: compartilhada;
A co-responsabilidade acerca de todos os eventos que acontecem dentro desse território é a marca do modo de gestão territorial indígena.

Dentro de um território indígena, ninguém é dono de um lote. E, também, você não tem herança. Você nasce, vive e morre.
Não tem ‘poupança’, e também não tem sentido ‘aposentadoria’.

É difícil pra alguém que nasceu fora de um sistema de Indigenato entender isso.
Ninguém mais vive o uso coletivo de território nenhum, é tudo privado.
Daí já entrou a idéia de ‘propriedade’ a ideia da ‘herança’, que é a mentalidade capitalista: Tudo é mercadoria, até a vida.

O Grande dilema hoje no Brasil é se o cara vai aposentar depois de morto ou ainda vivo. É muito mau gosto, e muita burrice, também.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s