(In)Completo

(In)Completo
Letra e música: Matheus Souto

Eu sou a morte e o pesar
Um estranho a caminhar
Eu sou o norte sem calor
Sou só abraços sem amor

Eu sou trevas,
Sou sombra,
Eu sou dor.

Eu sou a mão sem polegar
Um condenado a esperar
Palavras belas sem leitor
Eu vou aonde o vento for

Eu sou frases
Em um túmulo
Sem flor.

Mas posso ouvir você cantar
Ver doce a fruta e lhe provar
Posso tocar, curar a dor
Sentir o cheiro de cada flor

Posso vibrar,
Correr, criar,
e ver o sol se pôr.

Posso ser luz até cegar
Ser o infinito e ter um par
Posso pintar e ser a cor
Ser a semente do que é o amor

Posso ser vida
E ainda viver
Quando eu me for.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s